Por que a Luz é um fator tão importante nas Vitrines?

Home / Você precisa saber / Por que a Luz é um fator tão importante nas Vitrines?

A vitrine é um elemento essencial para lojas que querem atrair clientes, principalmente lojas do varejo que dependem da atenção dos consumidores finais. Engana-se quem acha que é coisa simples expor produtos em uma vitrine e conseguir engajamento através dessa ação. Por isso, é extremamente importante buscar aconselhamento com profissionais da área na hora de planejar a sua vitrine. Além, é claro, de prestar atenção em alguns elementos importantes como a utilização do espaço, cores e, principalmente, o uso da luz. Mas por que a luz é um fator tão importante nas vitrines?

Descubra como usar a luz ao seu favor nas vitrines com a VitrineMedia

A luz é um elemento essencial para dar destaque ao que você quer mostrar. Com a iluminação ideal, você faz o seu cliente notar todos os detalhes da sua vitrine, tornando evidente espaços que poderiam passar despercebidos com a ausência de iluminação.

Uma das grandes estratégias para valorizar determinado produto é colocar uma luz direcionada a ele, de forma a focar naquilo que se quer destacar. Mas até mesmo uma ação simples como essa exige um planejamento de iluminação.  Por exemplo, é preciso prestar atenção no ângulo de iluminação e na distância entre lâmpada e produto, visto que o feixe de luz precisa alcançar o ponto correto para garantir a iluminação adequada. Por isso, na hora de montar a sua vitrine, você precisa ter ao menos um conhecimento básico sobre iluminação.

Tipos de Iluminação

Além de planejar o que terá destaque com a iluminação em uma loja, é preciso também proporcionar um ambiente agradável e confortável aos olhos. Mas qual o tipo de iluminação é ideal para cada ação? Na hora de escolher, pontos como a identidade visual da sua marca e o objetivo de cada efeito de iluminação devem ser levados em consideração, a fim de manter uma expressão homogênea em tudo o que envolve o seu negócio.

Existem vários modelos de lâmpadas e, teoricamente, cada uma atende um tipo de funcionalidade, oferecendo vantagens e desvantagens. Além do tipo de lâmpada, é preciso também prestar atenção no efeito gerado com a temperatura de cor escolhida. Isso para que não ocorra mudança nas cores e texturas do que está sendo exposto. Outro ponto a ser considerado é a própria exposição do material que está sendo apresentado à luz, pois dependendo da intensidade da lâmpada ela pode danificar tecidos, por exemplo.

Assim como a luz pode ser uma estratégia essencial para aumentar o fluxo de clientes na sua vitrine, não utilizar a iluminação correta pode acarretar consequências e afastar o seu público. Por isso, resumimos abaixo as características e usos de cada tipo de lâmpada e forma de iluminação:

Lâmpadas quentes- indicadas para destacar produtos

Refletoras e Dicróicas: Costumam esquentar bastante o ambiente e por isso são usadas em locais onde espera-se pouca permanência. Podem ser estratégicas em provadores, para estimular o fluxo de pessoas, e em vitrines. As luzes dicroicas emitem um amarelo intenso semelhante à luz do sol. São lâmpadas pouco econômicas e podem ressaltar e alterar as cores das áreas mais expostas.

Halógenas Incandescentes: buscam reproduzir a luz natural e, por isso, não interferem nas cores. São bastante econômicas e apresentam ótima durabilidade, apesar de serem mais caras que uma lâmpada incandescente comum.

Lâmpadas frias – indicadas para iluminar áreas mais amplas

Fluorescentes: Apresentam baixa temperatura e iluminam de maneira homogênea, o que leva à necessidade de iluminação complementar. São econômicas e possuem boa intensidade, por isso podem ser aliadas na comunicação de vitrines evitando o reflexo nos vidros.

Lâmpadas mistas – extremamente versáteis, podem se adaptar ao seu objetivo

Led: Tecnologia inovadora de iluminação com opções quentes e frias. Apresentam ótima longevidade e baixo consumo de energia. Apesar de possuir preço elevado, configuram uma economia futura. Confira o por que aqui.

Além dos tipos de lâmpadas, também é preciso atentar para as maneiras de usas as lâmpadas:

Luz Dirigida: serve para direcionar a iluminação a um objeto ou plano particular com o objetivo de destacar o local ou agregar valor a um produto, normalmente esse efeito é criado com as lâmpadas refletoras e dicróicas.

Luz Difusa: tipo de iluminação sem foco, ampla e mais aberta. Normalmente feita com lâmpadas frias e usadas de forma não aparente.

A escolha dos tipos de lâmpadas e formas de uso deve levar em consideração o planejamento previsto, pois são estratégias que irão direcionar os olhos dos clientes em vitrines ou interiores de loja. A seleção do tipo de lâmpada e forma de iluminação deve estar alinhada até mesmo com o público do seu negócio, pois a maneira com que o ambiente é iluminado causa impressões diferentes nas pessoas. Para um público com menor poder aquisitivo, o mais ideal seria utilizar luz clara, forte e homogênea – que dá impressão de agilidade e praticidade. Já para um público com maior poder aquisitivo, é interessante utilizar jogos de luzes com contrastes, normalmente ocasionados por luzes quentes e amarelas. Esse tipo de iluminação é frequentemente usada na decoração de vitrines de shoppings, por exemplo.

 

Consumo de Energia

Hoje em dia, uma das principais preocupações dos responsáveis pelos projetos de iluminação e vitrinistas é o consumo de energia. Não só pelo valor do investimento e custo do consumo de luz, mas também por causa do meio ambiente. Uma tendência tem sido o uso de sistemas de led em vitrines. Com diversas opções e soluções inovadoras, acaba sendo uma escolha econômica por consumir pouca energia e apresentar alta durabilidade. Além disso, possui a vantagem da alta intensidade luminosa, destacando facilmente os detalhes do que está sendo exposto.

Os sistemas de led também contribuiram originando diversos modelos de painéis backlight para a comunicação de vitrines e interiores de loja. Entre os itens disponíveis no mercado está o painel backlight led da VitrineMedia.

Display LED com fácil inserção de mídia impressa no Papel Backlight

Além de design inovador e moderno, o painel backlight led da VitrineMedia apresenta alta luminosidade – de até 6.000 LUX, 80.000 horas de expectativa de vida e uma visível redução na conta de luz de quem prioriza mídias para comunicação em vitrines. Uma TV Led de  32″ consome de 38 a 48w. Já um painel backlight LED com tamanho semelhante ao de um TV 32″, consome apenas 23.52w.

 

Outras dicas sobre luz para você:

– tome cuidado para posicionar as lâmpadas na posição correta, de forma a evitar a projeção de sombras que possam prejudicar a exposição dos produtos.

– observe como a luz natural age nos lugares de exposição da sua loja para que não haja conflitos e  decidir sobre a real necessidade de investir em outros tipos de luz.

– lembre-se que por meio da iluminação você pode transformar um ambiente, revigorando a estética do local e deixando-o mais confortável.

– em lojas de rua, que sofrem ação direta da luz natural do sol, a iluminação interna deve ser intensa o suficiente para que o vidro da vitrine não apresente reflexos e impossibilite o cliente de enxergar seus produtos ou serviços. Confira um exemplo abaixo:

Display LED ilumina muito mais que um TV

A vitrine em questão é de uma imobiliária, que usa mídias para expor casas e apartamentos. Na esquerda, há uma televisão led dentro do quadrado indicado pelo adesivo, que acabou “desaparecendo” ao lado dos painéis backlight LED da VitrineMedia. Nossos painéis apresentam uma intensidade luminosa de até 6.000 LUX.

Para mais informações, entre em contato conosco!

Fone: +55 55 3286 4550 +55 11 30425472 +55 51 40429932
E-mail: contato@vitrinemedia.com.br
@vitrinemediabrasil

Related Posts

Register to get the Real Estate photography guide V1!

DOWNLOAD
close-link

FALE CONOSCO

A sua vitrine merece ser NOTÁVEL








Totem em acrílico no formato Z com Painel LED luminoso inclinado par inserção de mídia impressaPainel LED para vitrine de imobiliária, instalado na Absoluta Imóveis